Campanha Novembro Azul da Prevenção do Diabetes é lançada em Itabuna

Campanha Novembro Azul, uma ação mundial de prevenção do diabetes que culminará no dia 26, com a realização do Mutirão do Diabético, foi lançado oficialmente ontem (31) em Itabuna, na Loja Maçônica 28 de Julho. O Dr. Rafael Andrade, coordenador do mutirão, fez uma apresentação do projeto e destacou “a mobilização de toda a comunidade itabunense, com o apoio das Lojas Maçônicas que como sempre estão na retaguarda para que esta corrente só se fortaleça cada vez mais e para que possamos realizar esse exemplo cidadania e da solidariedade”.

14732388 991280720999193 6853919157239103819 n

O Dr. Rafael também ressaltou a participação dos jovens da Ordem Demolay, “nossos grandes parceiros responsáveis pelo ´Posso Ajudar´, em que orientam as pessoas que participam do mutirão, realizando os encaminhamentos dos pacientes que necessitam procedimentos cirúrgicos e os que terão ações de orientação e conscientização”.

14947754 991280470999218 3630889043090796355 n

LUZ AZUL- Itabuna abraçou a campanha da Federação Internacional do Diabetes e da Organização Mundial de Saúde (ONU), que tem como uma de suas ações iluminar com luz azul prédios e monumentos públicos, empresas e residências durante todo o mês de novembro. Em anos anteriores, Itabuna foi uma das cidades mais iluminadas em azul do país e em 2016 a meta é ampliar essa adesão à campanha.

14956006 991280910999174 3107431381690692539 n

As imagens da cidade iluminada serão exibidas no site do Mutirão do Diabético (www.mutiraododiabetico.com.br) e no site da Federação Internacional do Diabetes, juntamente com fotos de todo o mundo, colocando Itabuna como exemplo no combate e prevenção do diabetes.

Caminhada Azul mobiliza para o Mutirão do Diabético de Itabuna

Será realizada neste domingo, dia 6, a Caminhada Azul, um dos eventos de mobilização do Mutirão do Diabético de Itabuna. As atividades serão iniciadas às 7 horas, na Praça Rio Cachoeira, com um café da manhã e em seguida começa a caminhada, com saída, em frente ao Hospital de Olhos Beira Rio, passando pelas avenidas Aziz Maron e Mario Padre, Jardim do Ó, avenida do Cinquentenário, avenida Beira Rio e Ponte do Marabá, finalizando com uma aula dança na Praça Rio Cachoeira, num total de quatro quilômetros. Durante o percurso, haverá um mini-trio, com divulgação de orientações sobre a prevenção do diabetes.

mutirao 1 2

Podem participar pessoas de todas as idades. Basta se dirigir à Praça Rio Cachoeira, usando preferencialmente uma camisa azul, a Cor da Campanha Mundial de Prevenção do Diabetes. De acordo com o professor de Educação Física Felipe Ninck Netto, do Clube de Caminhada e da FW-RUN, “o objetivo da caminhada é mobilizar a comunidade para o Mutirão e mostrar a importância da atividade física e da alimentação saudável para a qualidade de vida dos diabéticos”.

O coordenador do Mutirão do Diabético, Dr. Rafael Andrade, destaca que “a Caminhada Azul é mais um exemplo do envolvimento da sociedade organizada com o Mutirão do Diabético, que faz de Itabuna um referencial para todo o país”.

Grupo de Ação Comunitária apoia Mutirão do Diabético de Itabuna

O Mutirão do Diabético de Itabuna foi o tema do encontro semanal do Grupo de Ação Comunitária (GAC). O coordenador do Mutirão, Dr. Rafael Andrade, participou do encontro e fez uma apresentação do projeto, que é considerado o maior evento de prevenção e tratamento da doença no país.

14875369 1794273240849256 1002022184 n 1

O Dr. Rafael destacou as atividades do Mutirão do Diabético, qua atualmente mobiliza cerca de 1000 voluntários e atende mais de 15 mil pessoas e destacou a importância de envolvimento de todos os segmentos da comunidade no processo. “A cada ano ampliamos as parcerias e incluímos novos serviços à população, melhorando a qualidade de vida do diabético”, disse o médico.

14885826 1794273067515940 1927532417 n

O coordenador do GAC, Jean Barauna, afirmou que a entidade apoia o mutirão “uma iniciativa que traz grandes benefícios para a comunidade”. “O GAC tem um compromisso de estabelecer parcerias que contribuam com Itabuna e o Mutirão do Diabético e um exemplo de mobilização e compromisso em torno de uma causa justa”, ressaltou.

O Grupo de Ação Comunitária vai apoiar a Campanha Novembro Azul, que transforma Itabuna na Capital Brasileira da Prevenção do Diabetes e que culminará com a realização do Mutirão do Diabético, no dia 26 de novembro.

Agentes Comunitários de Saúde participam do Mutirão do Diabético de Itabuna

Os agentes comunitários de saúde de Itabuna terão uma participação expressiva no Mutirão do Diabético, com atuação durante todo o ano na prevenção da doença. Nesta segunda-feira, cerca de 400 agentes participaram e um encontro com o coordenador do Mutirão, Dr. Rafael Andrade, em que foram definidas as estratégias de trabalho. “Por atuarem diretamente na comunidade, visitando todas as moradias de forma permanente, eles exercem um papel fundamental, não apenas no acompanhando dos casos de diabetes, como também na orientação das pessoas, já que um dos grandes pilares da campanha é a prevenção”, afirma o Dr. Rafael.

foto1


Para ele, o engajamento dos agentes comunitários, incentivados pela Secretaria Municipal, amplia as ações do Mutirão do Diabéticos, que a cada ano ganha uma nova dimensão. A coordenadora dos ACS, enfermeira Margarida Novaes destacou a importância do Mutirão e disse que “todos devem se mobilizar para garantir uma vida saudável para os diabéticos”.

foto2

 

APOIO DA UFSB

Durante o encontro na FTC, também foi definido o apoio da Universidade Federal do Sul da Bahia ao Mutirão do Diabético. O professor Antonio José Cardoso confirmou que professores e estudantes da UFSB estarão presentes na Campanha Novembro Azul e no Mutirão, monitorando a fazendo o acompanhamento dos casos mais graves, para tratamento posterior.
“Trata-se de uma experiência fantástica para nós. O Mutirão é fruto da dedicação do Dr. Rafael e um grupo de voluntários, com um resultados expressivos. Fazer parte também do trabalho pós Mutirão permite que nossas equipes interdisciplinares na área de saúde possa dar sua contribuição importante nessa ação conjunta cos os agentes comunitários de saúde”, afirma o professor Antonio José.

foto3