destaque-capa-2014-2

Diabetes tipos 1 e 2 têm causa em comum e podem ser curadas?

diabetes-doenca-20121030-size-598

Um trabalho de cientistas das Universidades de Manchester (Reino Unido) e Auckland (Nova Zelândia) sugerem que as duas formas principais de diabetes são o resultado do mesmo mecanismo.

As descobertas, publicadas na revista científica "FASEB Journal", da Federação de Biologia Experimental dos Estados Unidos, fornecem evidências convincentes de que a diabetes tipo 1, também conhecida como infanto-juvenil, e a diabetes tipo 2 são causadas pela formação de aglomerados tóxicos de um hormônio chamado amilina.

Novo gel promete cicatrização em 20 segundos

vetigel-diabetes

Quem está com diabetes sabe: todo e qualquer cortinho necessita de atenção imediata. Isto porque, como é bem conhecido, o diabetes dificulta o processo natural de cicatrização. Com isto, os cortes, por menores que sejam, ficam abertos por mais tempo, o que aumenta os riscos de infecções e, em casos graves, pode levar ao sangramento excessivo.

Como fazer para que as feridas parem de sangrar mais rápido? Uma novidade vinda de uma pequena empresa nos EUA pode ser a solução. Trata-se do VetiGel, um gel feito de plantas que promete fechar qualquer corte, seja ele pequeno ou grande, superficial ou profundo, em no máximo 20 segundos.

Dormiu mal à noite? Conheça a relação entre diabetes e o sono!

problema-no-sono-diabetes

Diabetes causa problemas no sono? Ou será que é a falta de uma noite bem dormida que aumenta os riscos do diabetes? Na verdade, as duas coisas estão certas. Existe um ciclo vicioso em jogo quando o assunto é diabetes e sono. O diabetes pode causar algumas complicações que dificultam dormir bem. E quem dorme mal gera danos no organismo que podem, sim, resultar no diabetes tipo 2. Por isso, é extremamente importante entender a dinâmica sono-diabetes a fim de manter uma boa saúde por mais tempo.

COMO DORMIR MAL INFLUENCIA NA SAÚDE E NO DIABETES

Dormir bem é parte fundamental do dia-a-dia. Há consenso entre diversas organizações médicas em todo o mundo: bom mesmo para o corpo é dormir de 7 a 9 horas todas as noites. Mas quem consegue garantir esta taxa de sono diariamente, com a correria que é a vida moderna?

Diabetes e Direção: leis aumentam perigo no trânsito

direcao-diabetes-hipoglicemia

Tiro pela culatra: novas leis aprovadas na Europa para prevenir acidentes de trânsito com diabéticos geram muito mais riscos nas estradas. Entenda.

Diabetes e direção é um assunto controverso. Apesar de quem convive com a doença não encontrar grandes barreiras à aquisição da carteira de motorista aqui no Brasil, é importante lembrar que episódios de hipoglicemia, quando ocorrem dentro de um carro, podem ter conseqüências catastróficas. Por isso, é comum diabéticos receberam orientações especiais quanto ao controle das taxas de açúcar no sangue caso queiram dirigir. Com elas bem controladas, o único stress dentro do veículo será o próprio trânsito.

“Quando a pessoa sente o sintoma, é tarde”

rafael-andradeAfirma o Dr. Rafael Andrade, ex-estudante da AFI em Itabuna, da Faculdade Anchieta e da Ufba que se tornou uma referência em retinopatia no Brasil. Rafael cursou oftalmologia e depois 6 em especialização de retina na Universidade de São Paulo.

Ele é um dos principais responsáveis pelo Mutirão do Diabetes, que atende milhares de pessoas na prevenção e encaminhamento para tratamento da doença. Rafael Andrade foi o convidado do Mesa pra 2 da rádio Morena FM (quartas, 15h), e conversou com Marcel Leal sobre o evento.

A Região - Como surgiu a ideia de fazer o Mutirão do Diabetes em Itabuna?

Rafael – O mutirão foi uma importação. Surgiu em São Paulo, onde participei ativamente do mutirão do fundo de olho. Aprendi e trouxe para Itabuna. A maior causa de cegueira que existe entre pessoas dos 20 aos 60 anos, é a retinopatia diabética. O problema é que as pessoas detectam muito tarde e a cegueira diabética, ao contrário da catarata, é irreversível.